Opinião | Galvão Bueno que nada, o narrador da copa foi mais uma vez o Luís Roberto


Apesar de se achar e de todo confete que a Rede Globo costuma jogar em Galvão Bueno, mais uma vez o narrador conseguiu passar “despercebido”.

copa_do_mundo_narradores_globo_fixed_large

Toda auto-adoração e prepotência do narrador consegue apenas despertar a raiva e/ou ironia dos telespectadores, coisa bem diferente do que acontece com o narrador Luís Roberto.

Apesar de pouco valorizado pela Rede Globo, que tem Galvão como seu deus e principal narrador, Luís Roberto consegue com sua simpatia a admiração e empatia do público que assiste os jogos pela emissora.

Diferentemente de Galvão Bueno que tenta levar tido a sério e não admite errar ou brincadeiras, com Luís Roberto a coisa é totalmente diferente. Luís Roberto entra na brincadeira e se auto-zoa. Fazendo de forma inteligente as brincadeiras do público em algo mais próximo, intimista e menos robótico e engessado.

Casos como a descrição do time da França como “esses negros maravilhosos” e errar a pronúncia do nome de jogadores tornam humano, diferentemente de Galvão Bueno que tenta a todo custo passar a imagem de perfeito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s