Entrevista | Bobby Brown não acha que as drogas mataram Whitney Houston


A morte inesperada da superstar Whitney Houston comoveu todo o mundo e até hoje, fatos que levaram a sua morte causam polêmicas e versões, muitas delas contraditórias.

Imagem relacionada

Esta semana, após seis anos da morte de Whitney Houston, seu ex-marido, o também cantor Bobby Brown falou sobre a morte de Whitney em entrevista para a revista Rolling Stone. Na entrevista, Bobby declarou que ele não pensa que as drogas desempenharam um papel no afogamento acidental da superstar.”

“Eu não acho que (Whitney) morreu de drogas”, disse o cantor Bobby Brown a Rolling Stone em uma entrevista publicada na quarta-feira . “Ela realmente estava trabalhando duro para tentar ser uma pessoa sóbria”.

Brown, que foi casado com Houston de 1992 a 2007, rejeitou a versão de que as drogas  foram o fator na morte, mesmo depois que sua esposa e gerente, Alicia Etheredge-Brown, observou durante a entrevista que havia drogas no sistema de Houston quando morreu em 2012 em uma banheira do hotel em Los Angeles.

Perguntado sobre o que ele acredita levou à morte de Houston, Brown disse: “Apenas o coração quebrado“.

O teste de toxicologia mediu 0,58 microgramas de cocaína por mililitro de sangue extraído de uma veia na perna de Houston durante a autópsia, disse o escritório do legista do condado de Los Angeles em 2012.

Junto com a cocaína, os testes de toxicologia encontraram maconha, o fármaco anti-ansiedade Xanax, o Flexeril relaxante muscular e o medicamento para alergias Benadryl no corpo de Houston quando morreu, afirmou um relatório do forense , concluindo que os medicamentos prescritos “não contribuíram para a morte”.

A morte da filha continua sem resposta

Imagem relacionada

Brown também revelou que ainda está à espera de justiça na morte de sua filha com Houston, Bobbi Kristina Brown, que morreu em 2015 meses depois de ter sido encontrada sem resposta em uma banheira em sua casa de Atlanta.

Uma autópsia mostrou que a intoxicação por drogas e a imersão levaram à pneumonia e danos cerebrais que mataram Kristina aos 22 anos de idade.

O namorado de Bobbi Kristina Brown na época, Nick Gordon, foi indiciado legalmente responsável por sua morte, mas não foi acusado de um crime.

Na entrevista à Rolling Stone, Bobby Brown expressou sua frustração de que Gordon “ainda esteja andando livremente”.

A íntegra da entrevista de Bobby Brown a Revista Rolling Stone pode ser vista AQUI.

Leia mais em: MIX OU MISTO

CURTA nossa página no FACEBOOK  e TWITTER para receber nossas atualizações em primeira mão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s